A marca do crucifixo

No site, em Leituras Abertas, leiam e comentem: A marca do crucifixo

Comentários

  1. Jorge Roberto diz:

    Beleza de conto. Muito bom. Só espero que os oficiais de Justiça de Paranavaí não se vejam no Joel.
    Grande abraço.

    • Francisco Rabello diz:

      Roberto querido,

      É bem verdade, rsrsrs… Mas fique tranquilo: não é Paranavaí. É que fiquei querendo puxar a brasa para a minha Paranavaí. Pêvaí! Não posso, claro, dizer onde essa pérola ocorreu, nem a autoria, mas que é real, garanto-lhe que é.
      Fraterno abraço, conterrâneo!

Deixe o seu comentário

*